Imagem da aplicação SIGARRA
This Page in English Saltar para: Menu Principal, Conteúdo, Opções, Login, Atalhos. Autenticar-se Validar-se
SAN_ESA
Você está em: Início > Cursos > Licenciaturas > Engenharia do Ordenamento e Desenvolvimento Rural

Cursos

Engenharia do Ordenamento e Desenvolvimento Rural

Estado de Bolonha: Adequado
Data de Homologação: 2007-02-09
Sigla: LEODR1
Grau: Licenciatura
Fim: 2009/2010
Início: 2006/2007

Diplomas

  • Engenharia do Ordenamento e Desenvolvimento Rural - D.P.E.R.
  • Engenharia do Ordenamento e Desenvolvimento Rural - T.I.O.R.

Informações

Este curso não abre Vagas

Perfil em: Tecnologias de Informação em Ordenamento Rural

Perfil em: Desenvolvimento e Promoção do Espaço Rural

 

 

Objectivos do Ciclo de Estudos

 

O Curso de Engenharia do Ordenamento e Desenvolvimento Rural, com os dois perfis propostos: Tecnologias de Informação em Ordenamento Rural e Desenvolvimento e Promoção do Espaço Rural propõe-se abarcar uma área fundamental para o sector agrário e para os agentes que desenvolvem a sua actividade no espaço rural e que principalmente se enquadra nas linhas orientadoras do Plano Nacional de Desenvolvimento Rural 2007- 2013 que nos seus Objectivos estratégicos apresenta as seguintes linhas de acção:

 

Ordenamento do espaço rural e Gestão sustentável dos recursos naturais

  • Reordenamento dos espaços florestais na perspectiva da gestão integrada dos territórios

  • Promoção e valorização de serviços ambientais e práticas agrícolas sustentáveis

  • Incentivo às iniciativas integradas economia/ambiente

  • Optimização da Gestão dos Recursos Naturais

Melhoria da qualidade de vida e diversificação da economia nas zonas rurais

  • Implementação de serviços básicos para a economia e populações rurais

  • Valorização do património rural

  • Apoio à criação e desenvolvimento de micro-empresas

  • Apoio à diversificação para actividades económicas complementares à agricultura

Reforço da coesão territorial e social

  • Intervenção pública na dinamização de projectos locais em territórios sem sustentabilidade social

Promoção da eficácia da intervenção das entidades públicas, privadas e associativas na gestão sectorial e do território rural

  • Qualificação dos agentes de desenvolvimento rural

  • Aumento dos níveis de participação e responsabilização dos agentes na concepção e gestão das políticas 

  • Reorientação da intervenção das entidades para a satisfação do utilizador

Ao conferir uma formação de base consistente, sobre a qual assenta um conjunto de disciplinas propedêutic